“Complicou”

Hoje o Valor publicou artigo do Martin Wolf  (aqui). . O original já é “enrolado”, na tradução fica pior ainda! A única frase clara e objetiva está no final do texto:

Analysis of the economy is not the same thing as analysing a single household. What is true of the latter is not true of the former. The unwillingness to recognise this truth will lead to serious policy mistakes.

O paradox of thrift (paradoxo da poupança) ao qual ele se refere nada mais reflete do que um desequilíbrio no mercado monetário criado por um excesso de demanda por moeda. Solução: Aumente a oferta de moeda para reequilibrar o mercado e acabar com o “paradoxo”. (não venha dizer que é isso que o Fed faz com o “afrouxamento monetário” que pratica. Tá tudo nos “cofres” do Fed como reservas dos bancos recebendo juros!)

É por isso que devemos considerar a proposta de que o Fed deve ter como “meta” a estabilidade da DA (ou, equivalentemente, o dispêndio nominal agregado). Com isso evita o aparecimento de “paradoxos”.

Update (30/9) Krugman não concorda que o Paradoxo da poupança possa ser reduzido a um desequilíbrio monetário quando a taxa de juros é “zero” (aqui).  (Só que em 1998 ele pensava que sim!)

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.